27 de jun de 2012

Um prato que se come frio

Sempre achei que vingança era uma atitude divertida e merecida. Mas na prática aprendi que não é bem assim. 

Já tive a chance de por uma pequena vingança em prática e posso dizer que não saiu como eu gostaria. A pessoa merecia e a principio eu fingi que me divertia. Mas então porque eu não sentia aquela sensação de conforto, nem tinha aquele sorriso no rosto que, geralmente os vingadores tem? Do contrário, me sentia inquieta, agitada e com a sensação de que algo estava muito errado.

Mas eu descobri do que a verdadeira vingança se trata: ser feliz. E não estou falando de brigar com o namorado em um dia e, no dia seguinte postar em redes sociais fotos suas tomando um porre na primeira festa que apareceu. Isso tem outro nome: despeito. 

Supere, encontre outra pessoa, outro caminho. E seja feliz. Você nem vai perceber a principio que se sente vingado. Mas um dia você vai acordar e se dar conta que tem um sorriso genuíno no rosto.

Tudo bem, eu aceito que provavelmente tenho um coração mole ao invés do coração de pedra que sempre me acusam de ter. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário